A temática (atual) do cão

São bons exemplos vistos no dia presente: brotam e apodrecem hipócritas das novas e velhas vidas. Imperfeitas, claro. A hipocrisia que abrange o mundo nasce do sentimento natural humano, algo que de exacerbo é prejudicial, assim como de pouco. O egoísmo que lhes é dado como ferramenta do aproveito, transforma-se em gozo do ego.

Diógenes de Sínope citou em várias de suas anedotas A Temática do Cão, considerada como exímia metáfora da hipocrisia. Cães pelo instinto percebem os inimigos, tampouco os amigos. Deixam a honestidade essencial -literal*- brotar em seus argumentos e sentimentos, diferentemente de muitos seres humanos.  E talvez o mais importante de todos os valores: vivem o presente sem ansiedade, sem se preocupar com quem, onde, quando ou porquê. Apenas vivem.

Vivamos como os cães, e sejamos mais humanos.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: